Pensamentos, desabafos, amores e desamores, encontros e desencontros, sentimentos contraditórios, palavras de conforto, tudo o que uma adolescente pensa ♥

As coisinhas que eu escrevo

Segunda-feira, 03 de Janeiro de 2011

Só espero um dia conseguir conquistar esses teus olhos verdes, para que olhem para mim como a rapariga dos teus sonhos, querido A. Tu devias saber o que é que é sofrer por uma coisa que não se chama amor mas tem qualquer coisa de parecido. Já discuti isto com tantas amigas minhas e cheguei à conclusão que não te amo, mas sinto uma forte atracção por ti, não só física como psicológica, e tenho plena consciência que se me mandares mensagem a pedir para ir ter contigo eu vou a correr só para sentir novamente o conforto dos teus braços e a urgência dos teus beijos. Recordo-me de ti mais facilmente agora, falo de ti com as minhas amigas como se fosses um amigo que elas conhecem aos anos, falamos de ti como tema mais banal possível numa conversa, eu sei que prometi não te escrever mais, mas sabes que mais? Estou-me a c*gar para isso, não é por deixar de te escrever que vou ''gostar menos de ti" porque vou "gostar da mesma maneira" embora isso não importe muito, o que realmente importa é eu não me estar a enganar a mim própria, coisa que faço com muita frequência por tua causa.Se tivesse oportunidade fechar-me-ia num contigo num elevador, carregava no stop e depois conversava contigo, dizia-te o que sinto por ti nos olhos, tal como fizes-te comigo, pedia-te desculpa por não ter a coragem suficiente para lutar por ti, pedia-te desculpa também por duvidar dos teus sentimentos e dos meus e pedia-te desculpa por gostar de ti. Como não tenho essa oportunidade, resta-me escrever-te as cartas que tenho escrito e ir um dia à tua escola e ver se está tudo bem contigo e certificar-me que está tudo bem também comigo, só quero que sejas feliz e se o pudesses ser comigo, melhor.
escrito por Daniela às 16:44

compreendes-me então! olha, eu preciso de falar contigo. é uma coisa meio privada :s
Marta a 5 de Janeiro de 2011 às 15:13

sim querida, sff
Marta a 5 de Janeiro de 2011 às 15:56

não fiques. obrigada (:
Marta a 5 de Janeiro de 2011 às 16:01

não te preocupes que não tem nada haver contigo. nada, nada de mal (:
Marta a 5 de Janeiro de 2011 às 16:05